setembro 2015 Entradas no Blog (42)

Sol

Adicionado por Elaine Maria Buratti em 25 setembro 2015 às 19:00 — Sem comentários

A estação das flores chegou

A estação das flores chegou... Bondosa, bela e sincera... Tua luz jamais tem fim... Tu és como a primavera... A estação do meu jardim... E a primavera não é uma simples estação de flores... é muito mais, é um colorido da alma e na vida... Um colorido cheio de amor e perfume... Você colore os meus dias... beijinhos um bom…

Ler mais

Adicionado por Rosa Maria Sousa Borges em 23 setembro 2015 às 15:00 — Sem comentários

Meu amor... é amor

Você sabe a gente se entende pelo olhar, me conhece como a palma da sua mão e eu idem. Vivo porque amo você... pois sou seu admirador apaixonado, onde me deito nas nossas manhãs formando um lindo acorde maravilhoso... que com o vento se vai rumo ao mar, onde as ondas vem e vão com ciúmes do nosso bailar. Meu amor... é amor, pois a sensibilidade identifica a força dessa paixão, onde é a mistura mais perfeita de uma relação. Você sabe a tua pele meu corpo pede, entre…

Ler mais

Adicionado por Sidnei Piedade em 22 setembro 2015 às 13:30 — Sem comentários

O teu olhar feiticeiro é como o luar

Teu olhar tem feitiço encanto e magia me fascina de um jeito que não sei explicar, tem a luz das estrelas iluminando meu caminhar... pois se não vivia na treva a vagar. Eu jamais vou te esquecer meu grande amor... pois tudo em você me da prazer, palavras nem sempre vão adiantar, mas vejo escrito em seu olhar jamais vou te deixar. Abrace meu corpo e deixe a brisa passar... teus olhos feiticeiros tem fogo da paixão, és um furacão dono da noite e do meu coração. Sou…

Ler mais

Adicionado por Sidnei Piedade em 22 setembro 2015 às 13:00 — Sem comentários

No Meio do Caminho! Carlos Drummond de Andrade

No meio do caminho

Carlos Drummond de Andrade

No meio do caminho tinha uma pedra tinha uma pedra no meio do caminho tinha uma pedra no meio do caminho tinha uma pedra. Nunca me esquecerei desse acontecimento na vida de minhas retinas tão fatigadas. Nunca me esquecerei que no meio do caminho tinha uma pedra tinha uma pedra no meio do caminho no meio do caminho tinha uma…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 21 setembro 2015 às 18:00 — Sem comentários

Reflexões, Poemas - Natureza - Vários Autores

Reflexões, Mensagens, Poemas

"Quando agredida, a natureza não se defende. Apenas se vinga."

(Albert Einstein)

"A natureza dá a cada época e estação algumas belezas peculiares; e da manhã até a noite, como do berço ao túmulo, nada mais é que um sucessão de mudanças tão gentis e suaves que quase não conseguimos perceber os seus progressos."

(Charles Dickens)

"A…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 21 setembro 2015 às 17:30 — Sem comentários

Amor Forte e Puro! Ary Barroso

Amor forte e puro

O que me prende a ti, não é esse amor vulgar de janela ou de baile; é mais alguma coisa, como deves saber. Ninguém será capaz de te querer mais do que eu, por isso quero ser correspondido à altura da minha dedicação e sinceridade. A menina, a moça, a mulher, enfim, vale mais pelo espírito que por qualquer outro bem. Interessante! O Ary gosta de uma menina! Que fazer! Gosto e ardentemente, gosto e com um…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 21 setembro 2015 às 17:30 — Sem comentários

Boa Tarde

Adicionado por Elaine Maria Buratti em 21 setembro 2015 às 16:30 — Sem comentários

Soneto CV - William Shakespeare

Soneto CV



Não chame o meu amor de Idolatria

Nem de Ídolo realce a quem eu amo,

Pois todo o meu cantar a um só se alia,

E de uma só maneira eu o proclamo.

É hoje e sempre o meu amor galante,

Inalterável, em grande excelência;

Por isso a minha rima é tão constante

A uma só coisa e exclui a diferença.

'Beleza, Bem, Verdade', eis o que exprimo;

'Beleza, Bem, Verdade', todo o…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 18 setembro 2015 às 17:30 — Sem comentários

Saberás - Pablo Neruda

Saberás que não te amo e que te amo

posto que de dois modos é a vida,

a palavra é uma asa do silêncio,

o fogo tem uma metade de frio.

Eu te amo para começar a amar-te,

para recomeçar o infinito

e para não deixar de amar-te nunca:

por isso não te amo ainda.

Te amo e não te amo como se tivesse

em minhas mãos as chaves da fortuna

e um incerto destino desafortunado.

Meu amor tem duas vidas para amar-te.…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 18 setembro 2015 às 17:30 — Sem comentários

Essência - Tadeu Memória

Essência

A loucura é um privilégio

dos românticos dos poetas...

o meu juízo cuida de um arado,

a minha essência pega o firmamento,

empacota com papel presente

e guarda na gaveta...

eu me alimento

do que o meu juízo rima,

as minhas palavras fabricam sereias...

o que aprendi com a noite

é o que me ensina

a desfazer-me sob a lua…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 16 setembro 2015 às 23:00 — Sem comentários

Os Românticos - André Zanarella

Os Românticos

São tão tolos os românticos,

Transformam musicas em cânticos,

Arrepiam ao ato da lembrança,

E choram como uma criança.

Os românticos sonham ao ir embora

E para o reencontro conta a hora.

Sempre a vê como uma adolescente

Mesmo a velhice sendo ela decadente.

Os românticos são apenas coração

Não acreditam jamais numa traição,

Entrega vivendo por um triz,

Mesmo que…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 16 setembro 2015 às 23:00 — Sem comentários

Românticos - Vander Lee

Românticos são poucos,

Românticos são loucos, desvairados

Que querem ser o outro,

Que pensam que o outro,

É o paraíso.

Românticos são lindos,

Românticos são limpos e pirados

Que choram com baladas,

Que amam sem vergonha e sem juízo

São tipos populares, que vivem pelos bares

E mesmo certos vão pedir perdão

E passam a noite em claro

conhecem o gosto raro

De amar sem medo de outra desilusão

Romântico é uma espécie em…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 16 setembro 2015 às 23:00 — Sem comentários

Nossas Juras - Marcos Tavares

photo COU 863.jpg

Deixo tudo para trás,

nada levo do que juntei,

não direi o que me fere,

espalharei ao vento

o que sonhei.



Não sofrerei de amor de novo,

acendo fogo nas miragens,

me desfaço dos meus versos,

deixarei te esquecerem

nas palavras que juntei.



Arranco tudo do meu peito,

deixo o corte à latejar,

não aguardo piedade,

vai estancar quando puder.



Vou chorar pelo que fomos nós…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 15 setembro 2015 às 18:00 — Sem comentários

Você Foi Ficando em Mim

Love,couple photo maria-1c.jpg

Você foi ficando em mim,

me guiando em teus braços,

foi tirando o que havia ruim,

colorindo os meus passos.



Você foi grudando em mim,

preenchendo os espaços,

à minha pele se misturando

desenhando os teus traços.



Você foi cuidando de mim,

foi abrindo portas e frestas,

removendo antigas feridas,

bailando em mim como festa.



Você foi me dando raiz,

foi curando meus…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 15 setembro 2015 às 17:30 — Sem comentários

Meu Bem Querer - Fátima Irene Pinto

Meu Bem Querer

Fátima Irene Pinto



Não desperta amor que deixa insone

nem paixão que deixa insana

nem ciúme que enlouquece.



Meu bem querer às vezes some

e a vida segue em frente

ao sabor da paz que ele deixou

pois o que vem dele não fenece.



E quando, sem avisar, reaparece

é como se nunca tivesse partido

porque um tanto de si e de sua presença

permanecem indeléveis comigo.



Jamais nos dissemos um adeus…

Ler mais

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 15 setembro 2015 às 17:30 — Sem comentários

Lindo jardim

Adicionado por Carlos Alberto Galdino em 14 setembro 2015 às 23:30 — Sem comentários

rosa

Adicionado por Carlos Alberto Galdino em 14 setembro 2015 às 23:30 — Sem comentários

Amor - Chico Xavier

O amor não prende, liberta! Ame porque isso faz bem a você, não por esperar algo em troca. Criar expectativas demais pode gerar decepções. Quem ama de verdade, sem apego, sem cobranças, conquista o carinho verdadeiro das pessoas.

Chico Xavier

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 14 setembro 2015 às 3:00 — Sem comentários

Amor John Startt

Amor
John Startt

Realento quanto ao meu amor
Que tu deixou
E se transformou em dor
Hoje sou a página que virou
Sem querer interromper
Contenho-me em silêncio
Perdi o que eu tinha à perder
Foi como um assobio
E a vida soprou para longe de mim
Deixando a aflição
Vivi o início, acreditei no meio, te perdi no fim.
Hoje sou a página virada
História mal contada
De quem fez tudo
E errou em quase nada.

Adicionado por Maria Marta Rocha Barroso em 14 setembro 2015 às 2:30 — Sem comentários

Entradas por Mês

2022

2021

2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

1999

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Membros da Rede

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  o Dia de finados, halloween, Boa noite e qualquer ocasião
nos cards Martinha.
Visitem e compartilhem

© 2022   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!