Global Social

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Membros da Rede

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  o Dia de finados, halloween, Boa noite e qualquer ocasião
nos cards Martinha.
Visitem e compartilhem

De norte a sul, de leste a oeste, todo mundo quer ser feliz. Não é tarefa das mais fáceis. A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.

Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguer, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica, a bolsa Louis Vitton e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.

É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Por que só podemos ser felizes formando um par, e não como ímpares? Ter um parceiro constante não é sinónimo de felicidade, a não ser que seja a felicidade de estar correspondendo às expectativas da sociedade, mas isso é outro assunto. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com três parceiros, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.

Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.

Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um game onde só quem testa seus limites é que leva o prémio. Não sejamos vítimas ingénuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo.

Martha Medeiros
Fonte: Pensador.com/textos_de_martha_medeiros

Visualizações: 52

Deixar um comentário

Você precisa ser um membro de Global Social para adicionar recados!

Entrar em Global Social

Comentário de Margarida Maria Madruga em 30 abril 2020 às 16:48

Ótima escolha, Patrizia.
É mesmo assim, como Martha diz. Nunca estamos contentes nada.

Comentário de Marta Maria (adm) em 30 abril 2020 às 1:16

Belíssimo texto Patricia. Realmente somos complexos com nossos desejos e aspirações.
Nunca estamos satisfeitos com o que temos, queremos sempre mais e mais. E nessa ânsia de querer sempre mais, nos perdemos na tão conhecida depressão, ansiedade e infelicidade.
Fico grata pela partilha deste texto. Quem o ler, procure tirar uma boa reflexão para a vida... beijinhos

© 2023   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!