Seja bem vindo(a). Agora está ainda mais fácil usar a rede Global Social, use os menus na barra de topo e nas laterais.
Novidades: Novos cartões em Cards Martinha, novas Barrinhas no grupo "O que a alma me fala", novos Poemas no grupo Poesia, novo Grupo Espaço Religião, novos Temas Margarida e Livita, novas Capas no grupo Arte para Perfil, novos Cartões no grupo Scraps, diariamente novos Blogs área de Blog. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

Blog de Francisca de Caldas Menduiña (84)

Ando compasso

72948-562216523807278-658107661-n

No compasso da vida ando;

Em momentos efémeros parto pra longe

Um anjo me deteve de volta pra casa

Murmurei de saudades do meu amor

As raízes que deixei, quero rega-los

À tua sombra vou descansar o corpo

Cansada contive meu desejo deste amor

Que me inspira e enternece sempre

Minha inspiração vive em ti...

Nos beijos que loucamente levas

Na hora de fazer amor...

Volto a ter…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 7 fevereiro 2020 às 12:00 — Sem comentários

Bata antes de entrar

Não se arrisque a entrar na alcova de recém casados, Podes ver o que não é devido, mas é lindo...

Não se arrisque a entrar na alcova de recém casados!

Podes ver o que não é devido, mas é lindo...

A taça de vinho está ao lado,

Ao seios da mulher amada há um reflexo,

Num clima de amor percebe-se...é lua de mel

Pétalas de rosas espalhadas pelo chão...

Ali há aroma de amor e gozo,

Ela se embriaga entre suas pernas...

Canções de amor em homenagem aos amantes...

Habita agora harmonia e…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 3 fevereiro 2020 às 12:00 — Sem comentários

A vida e seus mistérios

156106-182398488569089-1942063577-n

Os sentimentos se descontrolam

em meio a vida que vivo,

me atropelo mesmo sem sair de casa...

Minh’alma doída agasalho com delicadeza

os raios solares me visitam pelas janelas

em dias de chuva me recolho completa

meu cérebro fica em devaneio

meu peito toma de assalto a vida

que em mistério me conduz dia a dia;

Quisera eu poder bater asas

alçar voos nos ares sem…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 31 janeiro 2020 às 13:00 — Sem comentários

Pequena grande mulher

500844

De pequena estatura, grande nas lutas da vida,

há décadas esta mulher sobrevive aos mistérios

que a vida lhe propõe, a poeta rodopiava

nas armadilhas que se apresentavam;

desde jovem ela se fez lutadora pela vida

entre um labirinto e outro caía levantava

sacudia a poeira, continuava...

Pobre rica mulher seu mundo é de tormentas

enfrenta altas ondas sem sair do lugar,

salta montanhas com…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 26 janeiro 2020 às 13:30 — Sem comentários

Aprendi

Aprendi que a paz e felicidade

não são iguais.

Aprendi que nossos amigos não são

tão sinceros como pensamos.

Aprendi a duras penas que o amor

não se divide, nem se implora.

Aprendi que nunca sabemos nada,

sempre temos surpresas desagradáveis.

Aprendi que nem todo beijo é sincero,

que nosso corpo não foi feito pra

muitos, apenas quando o amor

Fluir,

Aprendi sofrendo,…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 22 janeiro 2020 às 19:30 — Sem comentários

A Dança entre as Estrelas

Estrelas-03

Abri os braços voei entre as estrelas

Dancei a dança do amor na imensidão

Entre as nuvens e a lua andei

Senti tua presença no voo

Em cada batida de asas

Meus olhos procuravam a ti com emoção

Sentia tua presença perto de mim

Enfim nos encontramos distante

Nossas mãos entrelaçadas

Juntaram-se, me levastes por caminhos

Diferentes assim o acompanhei

Conduziste-me numa valsa de…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 14 janeiro 2020 às 12:00 — Sem comentários

Escrava do amor

Hoje sou escrava da minh’alma carente

Hoje sou escrava da minh’alma carente

que chora tua presença, ausente

abri os olhos... não te vi me deixaste só

levante o edredom aconchega-te

fique atrás de mim... em conchinha

me aqueça... Me ame toque meu corpo

me enlouqueça... de desejos carnais

não deixe que me perca mais... abraço-te assim

feche a porta... sente-se a meu lado

conte-me seus desejos obscuros

esconda-nos do mundo…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 11 janeiro 2020 às 18:30 — Sem comentários

Me diga amor

1

Me diga amor quem és que não esqueço estes beijos

nem os carinhos que trocamos

as palavras de amor que dizemos

os sonhos que tenho contigo

nem os espinhos das flores que tirastes

que me mandaste

Me diga amor quem és?

quem não esqueço nos meus sonhos

nem nas lágrimas que rolam no meu rosto

quando não te vejo

Me diga amor deste perfume que sinto nos teus braços

nem quando te procuro…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 8 janeiro 2020 às 12:00 — Sem comentários

As rosas

003775

Até que as rosas exalem seus aromas

que o sol se esconda no horizonte

e o vento sopre devagar

os cabelos soltos embalem aos ventos

até que a noite chegue calorosa

deixar a lua aceitar este canto de amor

feito por mim para ti,

as ondas do mar toquem de leve na praia

até que eu te chame de meu amor

o arco-íris me cobra de cores

estarei tocando harpa com harmonia

sentirás o silêncio…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 6 janeiro 2020 às 12:30 — Sem comentários

Vida calada

0d3346dd4731a7515126d0680cccb4e8

A vida calada, sem destino me deixou,

abdiquei de tudo por medo de muitos

do âmago trouxe forças para viver

tortuosos caminhos fui conduzida;

infames mentiras suportei, chorei tanto!

palavras torpes me disseram;

tentei transcender poeticamente

quase fui derrotada pelo destino,

lastimo me calar ao delator;

O que habita em mim, oh! Senhor

que me faz sofrer tanto assim,

calamidades…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 3 janeiro 2020 às 12:00 — Sem comentários

Duas vidas um amor

188gifler-4

No encontro do encanto

deste amor gritante

mesclado dois amantes

juras de amor reiterando

o complemento de olhares

brilhantes paixões

deste lindo amor jubiloso

só nosso, no encanto

da vida abstrata,

nos remete pra longe

um do outro

sem sonhos reais

longínquo, assim os sonhos

se foram

sem dizer nada

nem olhar pra traz.…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 27 dezembro 2019 às 11:30 — Sem comentários

A sinfonia da vida

https://i.ibb.co/0C8Hq1b/36495-4463018138952-916256988-n.jpg

A vida eterna sinfonia

Em criança acordes embaladores

Em lindas notas musicais

Quando adolescente a classificação é outra

Ouvem sem interpretação...

Sem nexo...

Adultos o ritmo tonar-se sensuais

É importante aos seus ouvidos

Os acordes da vida...

Torna-se incansável seus ritmos

Cada dia a música é mais um dia

Ela não nos rejeita enquanto

Um canto os embala

Mostra sua…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 24 dezembro 2019 às 12:00 — Sem comentários

A morada

500939

Meu coração morada de amor

reflete a magia que me beijou

sinto apenas as batidas do coração

sigo sem destino

nos campos verdes passei

os pássaros em revoada

cantaram pra que eu parasse

o sol tão lindo!

finda o dia...

lá no horizonte

ele se esconde

avermelhado

tão lindo quanto meu amor.…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 20 dezembro 2019 às 11:30 — Sem comentários

Amo porque te amo

377527-161883983953873-675576791-n

Amo a beleza do mar que te banha

a natureza que te cobre de azul

sou menestrel do teu corpo;

Amo as flores porque te beijam

as matas que embalam seus galhos

Amo as estrelas brilhantes

cada uma têm seu nome, diferenciam-se!

Amo porque te amo;

Na aurora do meu viver te escondo

acordo com o canto do sabiá

me chamando pra te olhar

beijar tua boca

sentir-te…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 15 dezembro 2019 às 11:00 — Sem comentários

Cala-me minh'alma

504015

Aos poucos minha irreverente alma cala-se

como num passe de mágica esvai-se,

e eu apenas a observo sem sobressaltos;

á alegria constante em meu rosto agora muda,

a revelia de mim, o humor transformou-se,

as vezes alegre outras não,

despercebida do mundo lá fora

gosto me mirar no espelho

como magia reflete uma imagem inesquecível;

Os espinheiros se fecham diante de mim

alcançando minha…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 10 dezembro 2019 às 12:30 — Sem comentários

Entre Sonhos e Realidades

36495-4463018138952-916256988-n

Passei a vida sonhando, me perdi,

Confundi as verdades, acreditei demais,

Quando tinha medo não tinha amigos,

Muitas vezes caí, chorei, achei que ia afundar,

Centenas de vezes liguei pra alguém

Que não queria, só pela solidão,

Já pensei em atravessar o Oceano

Pra encontrar o amor...

Quando pensei que ia sonhar feliz tive pesadelos...

Já chamei pessoas que não gostava só pra não ficar…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 7 dezembro 2019 às 12:30 — Sem comentários

A droga é uma droga

809509

Aquela linda criança com sete anos

Na pobreza vivia com seu pais...

Na roça trabalhavam pra sustentar

Seus dez filhos, dura vida...

Mas aquela criança teve a desventura

De conhecer uns amigos distantes de casa,

Destacou-se da família e não foi percebido

As atitudes por ele mudadas...

Já não era o mesmo, arredio, grosseiro,

Aos pais não respeitava mais...

Crescendo nesta agonia nem…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 4 dezembro 2019 às 12:30 — Sem comentários

Amo como os poetas

Amo como os poetas

Amo como os poetas amam

Em teus olhos retenho minha dor

O sorriso, ah! este sorriso,

Entranha em minh’alma

O toque de tuas mãos levemente

A noite é testemunha...

Das alegrias e desilusões

Deito meu corpo às vezes cansado

Nuvens de melancolia me invadem

Sem que perceba me vejo pensando

No passado de amor que tivemos

Apenas sussurro um gemido

Chamo teu nome com agonia

O…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 29 novembro 2019 às 19:00 — Sem comentários

Desencanto

3

O desencanto mora dentro de mim

mistura-se com a paz e felicidade

em traços vivos moro nos sonhos

entre um desencanto e outro voo

encontro aves em desencantos

de asas quebradas,

disforme minh’alma quando choro

disforme a vida, bem ou mal vivida

o desencanto, canta em meu peito

a desarmonia do que jamais esqueço

serão lágrimas de chuva de verão

que minha inocência desenha no…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 26 novembro 2019 às 11:30 — Sem comentários

Anoiteceu amor

501669

As horas passam vagarosas

olho o relógio silencioso

na espera que anoiteça...

para em teus braços me aninhar

sentir tuas mãos me acalentar,

nossos segredos são desfolhados ali

me ouves com doçura inigualável

aperta-me contra teu peito,

me acalentas se choro

me faço como criança pra ti,

conto minhas mágoas

digo do meu amor por ti,

ouço quando falas de…

Ler mais

Adicionado por Francisca de Caldas Menduiña em 18 novembro 2019 às 12:30 — Sem comentários

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  o Dia dos Pais e qualquer ocasião
nos cards Martinha.
Visitem e compartilhem

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Presença no Facebook

Grupo do Global no Facebook

Pagina Curtam, a Pagina no Facebook

© 2020   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!