Blog de Patrizia Gardona -- fevereiro 2021 Ficheiro (13)

Despedida

https://jeonline.com.br/site/uploads/colunistas/1990-13112017141436.jpg

E no meio dessa confusão alguém partiu sem se despedir; foi triste. Se houvesse uma despedida talvez fosse mais triste, talvez tenha sido melhor assim, uma separação como às vezes acontece em um baile de carnaval — uma pessoa se perde da outra, procura-a por um instante e depois adere a qualquer cordão. É melhor para os amantes pensar que a última vez que se encontraram se amaram muito — depois apenas aconteceu que não se encontraram…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 28 fevereiro 2021 às 10:00 — Sem comentários

Presságio

O amor, quando se revela,

Não se sabe revelar.

Sabe bem olhar p'ra ela,

Mas não lhe sabe falar.



Quem quer dizer o que sente

Não sabe o que há de dizer.

Fala: parece que mente...

Cala: parece esquecer...



Ah, mas se ela adivinhasse,

Se pudesse ouvir o olhar,

E se um olhar lhe bastasse

P'ra saber que a estão a amar!



Mas quem sente muito, cala;

Quem quer…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 27 fevereiro 2021 às 11:00 — Sem comentários

Tempo certo

https://proced.fia.com.br/wp-content/uploads/2018/08/shutterstock_223373068-810x440.jpg

De uma coisa podemos ter certeza:

de nada adianta querer apressar as coisas;

tudo vem ao seu tempo,

dentro do prazo que lhe foi previsto.

Mas a natureza humana não é muito paciente.

Temos pressa em tudo e aí acontecem

os atropelos do destino,

aquela situação que você mesmo provoca,

por pura ansiedade de não aguardar o tempo certo. Mas alguém poderia dizer:

Qual é esse tempo…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 26 fevereiro 2021 às 10:30 — Sem comentários

Oração do Milho

https://www.sna.agr.br/wp-content/uploads/2018/07/milho-600x405.jpg

Sou a planta humilde dos quintais pequenos e das lavouras pobres.

Meu grão, perdido por acaso, nasce e cresce na terra descuidada. Ponho folhas e haste e se me ajudares Senhor, mesmo planta de acaso, solitária, dou espigas e devolvo em muitos grãos, o grão perdido inicial, salvo por milagre, que a terra fecundou.

Sou a planta primária da lavoura.

Não me pertence a hierarquia tradicional do trigo. E de mim, não se faz o…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 25 fevereiro 2021 às 9:00 — Sem comentários

Assim como penso, escrevo

https://i1.wp.com/notaterapia.com.br/wp-content/uploads/2017/01/concurso_para_escritores_peruanos.jpg?fit=630%2C378&profile=RESIZE_710x

Em defesa dos escritores, injustamente acusados disto ou daquilo, venho advogar em legítima defesa... Ósculos e amplexos, Marcial





É uma verdade verdadeira que um dos problemas de ser escritor, é que por vezes somos acusados de manipular ilusões, também de iludir corações, e até de modificar sentimentos, e de causar alguns lamentos, e tudo isso, apenas por ser escritor, por falar sobre a dor e o amor, por defender a…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 24 fevereiro 2021 às 10:30 — Sem comentários

Pensar é transgredir

https://cacs.org.br/linguas/wp-content/uploads/2016/10/bnatsoft.com1424475464761-1200x565.jpg

Não lembro em que momento percebi que viver deveria ser uma permanente reinvenção de nós mesmos — para não morrermos soterrados na poeira da banalidade embora pareça que ainda estamos vivos.

Mas compreendi, num lampejo: então é isso, então é assim. Apesar dos medos, convém não ser demais fútil nem demais acomodada. Algumas vezes é preciso pegar o touro pelos chifres, mergulhar para depois ver o que acontece: porque a vida não…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 23 fevereiro 2021 às 12:00 — Sem comentários

Seu olhar

https://image.freepik.com/fotos-gratis/os-olhos-azuis-de-um-homem_1139-668.jpg

As cores do azul de quando eu vi já eram nu no seu olhar,

A deflorar...

Meu coração...

Me seduziu experiente e de forma inconsequente,

Como menino abobalhado pus-me a sonhar...

Com seu olhar...

Olhar despido e atrevido,

Andastes por certo perdido,

Mas viestes a me encontrar...

(Instrumental)

As cores do azul de quando eu vi já eram nu no seu olhar,

A deflorar...

Me seduziu…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 22 fevereiro 2021 às 9:00 — Sem comentários

Tropeços

2e07b8a876b74404b4b5663dbaf1dcc2

Ó vida bela, ó vida engraçada,

Muita gente querendo ser culta postando frases fragmentadas ...



Trechos de poemas feitos por outros,

Que assim, em pedaços poucos,

Conseguem culpar sempre os outros...



Ó vida bela, ó vida engraçada,

Você é sempre a vitima e nunca a pessoa errada.



Toca a vida sem responsabilidade e quando a vida te cobra, adivinha?!



É sempre a pessoa…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 21 fevereiro 2021 às 10:00 — Sem comentários

Sumi porque só faço besteira em sua presença

https://facebrasil.com/wp-content/uploads/2016/07/autoconhecimento.jpg

Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudo

quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro antes, durante e depois de te encontrar.

Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil de

lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar.

Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 20 fevereiro 2021 às 12:30 — Sem comentários

A disciplina do amor

Foi na França, durante a Segunda Grande Guerra.

Um jovem tinha um cachorro que todos os dias, pontualmente, ia esperá-lo voltar do trabalho.

Postava-se na esquina, um pouco antes das seis da tarde.

Assim que via o dono, ia correndo ao seu encontro e, na maior alegria, acompanhava-o com seu passinho saltitante de volta a casa.

A vila inteira já conhecia o cachorro e as pessoas que passavam faziam-lhe festinhas e…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 19 fevereiro 2021 às 10:30 — Sem comentários

Tomara

Que a tristeza te convença

Que a saudade não compensa

E que a ausência não dá paz

E o verdadeiro amor de quem se ama

Tece a mesma antiga trama

Que não se desfaz



E a coisa mais divina

Que há no mundo

É viver cada segundo

Como nunca mais...

Vinicius de Moraes

Fonte:…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 18 fevereiro 2021 às 9:30 — Sem comentários

O homem trocado

O homem acorda da anestesia e olha em volta. Ainda está na sala de

recuperação. Há uma enfermeira do seu lado. Ele pergunta se foi tudo bem.

- Tudo perfeito - diz a enfermeira, sorrindo.

- Eu estava com medo desta operação...

- Por quê? Não havia risco nenhum.

- Comigo, sempre há risco. Minha vida tem sido uma série de enganos...

E conta que os enganos começaram com seu nascimento. Houve uma…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 17 fevereiro 2021 às 9:30 — Sem comentários

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...

A vida assim, jamais cansa...



Viver tão só de momentos

Como estas nuvens no céu...



E só ganhar, toda a vida,

Inexperiência... esperança...



E a rosa louca dos ventos

Presa à copa do chapéu.



Nunca dês um nome a um rio:

Sempre é outro rio a passar.



Nada jamais continua,

Tudo vai recomeçar!



E sem nenhuma…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 16 fevereiro 2021 às 9:00 — 1 Comentário

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Membros da Rede

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  o Dia de finados, halloween, Boa noite e qualquer ocasião
nos cards Martinha.
Visitem e compartilhem

© 2022   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!