Seja bem vindo(a). Agora está ainda mais fácil usar a rede Global Social, use os menus na barra de topo e nas laterais.
Novidades: Novos cartões em Cards Martinha, novas Barrinhas no grupo "O que a alma me fala", novos Poemas no grupo Poesia, novo Grupo Espaço Religião, novos Temas Margarida e Livita, novas Capas no grupo Arte para Perfil, novos Cartões no grupo Scraps, diariamente novos Blogs área de Blog. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

omongedailha

Era uma vez um monge que tinha passado vinte anos a estudar mantras, cantando-os segundo os textos sagrados, no mais seleto mosteiro do Japão. Um dia, a caminho de outro mosteiro, passou junto à margem de um lago.

Enquanto caminhava pela margem, ouviu o som de uns cânticos que vinham de uma ilha no meio do lago. Deteve-se e escutou, para logo a alma lhe cair aos pés. É que, com toda a preparação que tinha, podia afirmar, sem sombra de dúvida, que quem quer que fosse que estivesse na ilha jamais havia aprendido a cantar corretamente. Pensou de si para si que não podia deixar esse pobre monge a desperdiçar a sua vida cantando assim tão mal e erradamente.

"Isto não lhe faz bem nenhum."

Tinha ainda um longo caminho a percorrer e estava com um pouco de pressa, mas, como era um homem compassivo, olhou em volta e viu um pequeno barco que logo usou para remar até à ilha. Quando lá chegou, viu-se perante um monge gorducho que cantava e cantava com um enorme sorriso estampado no rosto.

— Irmão, — disse-lhe o monge viajante — perdoai-me se vos interrompo. Sei que a vossa intenção é boa, mas passei os últimos vinte anos no melhor mosteiro do Japão e posso assegurar-vos que estais a cantar muito mal.

— Oh, irmão, irmão, por favor ensinai-me! — disse o monge gorducho, ansioso como um cachorrinho.

— Bom, — disse o monge viajante — vereis, é assim: primeiro tendes de levantar as mãos (e levantou as mãos num gesto e postura estilizados); e a respiração é do seguinte modo (e começou, ruidosamente, a inspirar por uma narina e a expirar pela outra); e o canto deve ser assim (e começou a cantar do modo prescrito).

O monge da ilha fez tudo o que pôde para seguir as instruções, mas parecia que não era muito brilhante e demorava mesmo muito tempo para À medida que as horas passavam, o monge viajante estava cada vez mais desejoso de partir, para poder chegar ao seu destino ainda antes do anoitecer. Finalmente, pareceu-lhe que o monge da ilha tinha mais ou menos conseguido captar a técnica, e o monge viajante disse-lhe, impaciente:

— Estupendo, irmão! Continuai a cantar assim por uns trinta anos e notareis verdadeiramente a diferença.

E dirigiu-se rapidamente para o barco, onde começou, sem demora, a remar em direção à margem do lago.

Ora, quando já se encontrava a meio caminho de distância de terra firme, ficou literalmente de boca aberta, deixando mesmo cair os remos à água.

É que, correndo SOBRE AS ÁGUAS, em direção a ele, vinha o monge da ilha, que, mal se abeirou do barco, lhe disse:

— Oh, irmão, irmão, perdoai-me todo este incómodo, mas será que me podíeis explicar mais uma vez como era o mantra?

Tim Bowley
Semillas al viento: cuentos del mundo
= Seeds on the wind: stories from around the world
Madrid: Raíces, 2001
(tradução e adaptação)

Visualizações: 40

Os comentários estão fechados para esta entrada de blog

Comentário de Martinha (adm) em 14 março 2020 às 23:24

Todo aprendizado vem da força de vontade... belo conto. Beijinhos.

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  Páscoa e Semana Santa nos cards Martinha.

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Presença no Facebook

Grupo do Global no Facebook

Pagina Curtam, a Pagina no Facebook

© 2020   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!