Global Social

Para quem gosta realmente de amizade, de aprender e adquirir conhecimentos

Seja bem vindo(a).O Global Social faz dia 10 de Julho o seu 10º Aniversario. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

Blog de Patrizia Gardona -- julho 2018 Ficheiro (31)

Uma Estrada Só Sua

"Há uma estrada cujo único dono e senhor é Você: é a Estrada do Seu Pensamento. Nela você também é o único vigilante rodoviário. Você tem se aplicado algumas merecidas multas? Note que a Estrada do Seu Pensamento pode ser percorrida do jeito que você quiser escolher. Nela, as placas de sinalização é você quem faz e elas sempre o levarão para onde você deixar.

Perceba que lombadas…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 31 julho 2018 às 19:30 — Sem comentários

Pequeno recado do coração

Cara amiga consciência, Após tantos desencontros, resolvi lhe escrever para pedir um favor. Em primeiro lugar, gostaria de dizer que a amo profundamente. Porém, nossas relações estão estremecidas, pois ultimamente você tem me causado vários problemas. Incrustado no seu peito, sofro os abalos do seu desequilíbrio emocional. O efeito disso são as potentes descargas que me fazem bater…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 30 julho 2018 às 9:30 — Sem comentários

Arco Íris

Um arco-íris, também chamado arco-celeste, arco-da-aliança, arco-da-chuva, arco-da-velha, é um fenómeno óptico e meteorológico que separa a luz do sol em seu espectro, e contínuo quando o sol brilha sobre gotas de chuva.

É um arco multicolorido com o vermelho no seu exterior e o violeta em seu interior.



A ordem completa das cores é o vermelho, o laranja, o amarelo, o…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 29 julho 2018 às 8:00 — Sem comentários

Ilusão

Outro dia tive muita clareza sobre como a gente cria uma teia de ilusão em cima de qualquer acontecimento quando vi, bem próximo de mim, uma pessoa tentando encontrar uma desculpa para justificar um acontecimento que poderia lhe causar muita dor, se ela simplesmente aceitasse os fatos como aconteceram. Então criou muitas possibilidades em torno do acontecimento... possibilidades que…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 28 julho 2018 às 11:30 — 2 Comentários

Há um tempo em que o tempo não tem idade

Há um tempo em que o tempo não tem idade. O que conta são as conchas e as luas, os búzios e as marés. Nada mais. Todos os lugares nos são familiares, todas as casas nos franqueiam a entrada, todas as mesas mitigam a nossa fome e a nossa sede.

É como se o mundo fosse nosso e o medo e a morte não passassem de ficções benévolas nos livros do adormecer tardio.



Há uma idade…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 27 julho 2018 às 9:30 — 1 Comentário

Oásis de Eternidade



Fragmentos soltos dos mesmos sonhos... sim...

Pétalas de amor colhidas no jardim do infinito

Bouquets de versos perfumados só para mim...



Eu recolhi-os nos trilhos secretos do destino.





Eu bem te vi naquela rua de tormento...

Estavas com um manto amargo de dor...

Ah amor! Aninha-te em meu pensamento...

Escuta a melodia dos meus versos de amor.





Quisera eu tecer…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 26 julho 2018 às 9:30 — Sem comentários

Onde você estiver, procure estar lá de verdade

Sei que acharão estranho estar em determinado lugar e ao mesmo tempo não estar, ou, muitas vezes, estar e não percebermos que não estamos. Louco isso, não? Quantas vezes vamos a determinados lugares que preferíamos não ir, muitas vezes vamos contrariados, pela insistência dos amigos; lugares que não sabemos bem o porquê, mas nos sentimos mal desde o momento em que…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 25 julho 2018 às 10:00 — Sem comentários

Oração dos Animais

Meu São Francisco de Assis

Protetor dos animais

Olhai por nós que rogamos

Vossa bênção e muita paz.



Olhai os abandonados

Sofrendo agruras nas ruas

E os que puxam carroças

Açoitados nas ancas nuas.



Pelos pobres passarinhos

Que não podem mais voar

Presos em rudes gaiolas

Só porque sabem cantar.



E as cobaias de laboratório

Que sofrem dores…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 24 julho 2018 às 7:00 — Sem comentários

Anam Cara

Anam Cara é uma expressão celta que significa "Amigo de minha alma” ou "amigo d'alma".

Há duas maneiras de interpretar o Anam Cara:



1. Neste plano fenoménico de manifestação densa, ele é o seu amigo (a) querido(a), aquela pessoa com a qual você poderá contar em qualquer ocasião, mesmo quando todos…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 23 julho 2018 às 7:00 — Sem comentários

Chegadas e Partidas

Quando observamos, da praia, um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar adentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara. O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor.



Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa,…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 22 julho 2018 às 13:30 — Sem comentários

Motivos no horizonte



Muita gente vai te dizer que você deve acordar sorrindo.

Sem imaginar a cascata de dor que você está vivendo.

Muita gente vai te pedir para ter fé e acreditar.

Sem imaginar quantas vezes você acreditou e nada aconteceu...

Muita gente vai te dizer que você deve perdoar.

Sem saber da metade do mal que te fizeram.

Muita gente vai te julgar, e pior, vão te condenar,

sem direito a…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 21 julho 2018 às 9:30 — 1 Comentário

Oração Cigana

Fonte etérea de cura,

Raios luminosos,

Sete maravilhas divinas,

Sete cores do arco-iris,

Jorra para meu organismo,

As correntes magnéticas curativas,

Com os sete sons musicais,

Com as sete virtudes positivas,

Me transpassa, organiza com harmonia,

Energia, vitalidade, pureza, alegria, saúde e jovialidade.

Dá firmeza aos meus ossos…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 20 julho 2018 às 7:30 — Sem comentários

A voz do ego... A voz da Alma...

"Todos nós buscamos a felicidade...

E nessa busca percorremos caminhos que nem sempre nos levam a ela...

Muitas vezes nos afastam cada vez mais do ponto onde a felicidade se encontra...



Aprendemos a querer coisas que na verdade não queremos...

Numa total incoerência com a nossa natureza...

Desde criança somos levados a acreditar que a felicidade será

encontrada em coisas fora de nós...

E…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 19 julho 2018 às 9:30 — Sem comentários

Meu amado cão Monty

Natal de 2013



Meu amado cão Monty,

Não julgue que o esqueci só por não ter escrito um poema ou umas linhas sobre a saudade que sinto.

A vida continua cá em baixo, mesmo sem você, melhor ou pior naquela casa que você tão bem conhecia apesar da perda da visão.

É assim e sempre será porque o mundo gira, os segundos voam, os dias passam e, num repente, foram-se 4 anos.

Foram-se os…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 18 julho 2018 às 10:00 — Sem comentários

Eu sou um cachorro...

Eu sou um cachorro. Eu sou um animal que vive e respira. Eu sinto dor, alegria, medo e prazer. Eu não sou uma coisa. Se eles me baterem, vai doer e eu vou sangrar. Meus ossos também quebram. Eu sinto dor. Eu não sou uma coisa.

Eu sou um cachorro. Eu gosto de jogar, caminhar, mas acima de tudo aproveitar o tempo que passo com minha família. Eu não quero nada…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 17 julho 2018 às 9:30 — Sem comentários

A alquimia do amor

O ser humano é presa fácil do emaranhado de suas emoções mal-resolvidas e, por isso, facilmente perde de vista o amor. Sua teimosia se disfarça de amor próprio e leva-o para o labirinto afetivo. Em decorrência disso, ir de encontro às paredes emocionais sem saída é líquido e certo. Logo, é correto dizer que as pessoas costumam desvalorizar o amor real e, em…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 16 julho 2018 às 9:30 — Sem comentários

A Adulação na Amizade

Pois que é próprio da verdadeira amizade dar e receber conselhos, dá-los com franqueza e sem azedume, recebê-los com paciência e sem repugnância, persuadamo-nos bem de que não há defeito maior na amizade que a lisonja, a adulação, as baixas complacências. Com efeito, não se poderia dar bastantes nomes ao vício desses homens frívolos e enganadores, que falam sempre…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 15 julho 2018 às 11:00 — Sem comentários

O cavalo e a Borboleta

Era uma vez um cavalo que passava os seus dias a tirar água da nora, carregando os seus pesados arreios. Havia uma borboleta que o amava e todos os dias o visitava e poisando nos seus arreios lhe dar um beijo de bom dia. No entanto, o cavalo gritava sempre: - Sai daí esse é o lado mais pesado! Fazes sempre tudo errado! Desaparece! E dava um coice na borboleta, que…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 14 julho 2018 às 11:00 — Sem comentários

Edelweiss

E é no início do ano de 1939 que começa a nossa história. Vivíamos na Áustria, um país coberto por flores, eu, meus pais e meu irmão. Éramos a imagem da família feliz e unida e entre nós reinava a certeza que nada na vida conseguiria nos separar, mas não foi bem assim. Meu pai era um cirurgião de renome, minha mãe professora, daquelas dedicadas, que lecionava por…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 13 julho 2018 às 11:00 — Sem comentários

Se eu não puder



Senhor, eu te glorifico!

Se eu não puder ser o que desejo,

que eu seja o que desejas de mim.

Se eu não puder ser a árvore que dá frutos,

que eu seja o arbusto que dá a sombra.

Se eu não puder ser o rio que inunda a terra,

que eu seja a fonte que dá de beber.



Se eu não puder ser o teto que abriga a todos,

que eu seja a porta que se abre a quem bate.

Se eu não puder ser…

Continuar

Adicionado por Patrizia Gardona em 12 julho 2018 às 10:30 — 1 Comentário

Membros da Rede

Funcionalidades que pode utilizar

Chat/Bate-Papo
Amigos
Recados e Mensagens
Fostos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

© 2019   Criado por Adul Rodri (Adm).   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

arrow