Seja bem vindo(a). Agora está ainda mais fácil usar a rede Global Social, use os menus na barra de topo e nas laterais.
Novidades: Novos cartões em Cards Martinha, novas Barrinhas no grupo "O que a alma me fala", novos Poemas no grupo Poesia, novo Grupo Espaço Religião, novos Temas Margarida e Livita, novas Capas no grupo Arte para Perfil, novos Cartões no grupo Scraps, diariamente novos Blogs área de Blog. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

O Centro Espírita, sua importância e seu papel social

THIAGO BERNARDES
thiago_imortal@yahoo.com.br
Curitiba, Paraná (Brasil)

O Centro Espírita, sua importância e
seu papel social

Apresentamos nesta edição o 9º tema do Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita, que está sendo aqui apresentado semanalmente, de acordo com programa elaborado pela Federação Espírita Brasileira, estruturado em seis módulos e 147 temas.

Se o leitor utilizar este programa para estudo em grupo, sugerimos que as questões propostas sejam debatidas livremente antes da leitura do texto que a elas se segue. Se destinado somente a uso por parte do leitor, pedimos que o interessado tente inicialmente responder às questões e só depois leia o texto referido. As respostas correspondentes às questões apresentadas encontram-se no final da lição.

Questões para debate

1. Que é Centro Espírita?

2. Qual o papel que o Centro Espírita deve desempenhar?

3. São em número de nove as atividades básicas do Centro Espírita. Mencione pelo menos cinco delas.

4. O Centro Espírita tem alguma responsabilidade com a Unificação?

5. Complete a seguinte frase: "O Centro Espírita, para melhor desempenhar seu papel, deve revestir a forma ............................................. de administração."

Texto para leitura

O que é Centro Espírita

1. O Centro Espírita é uma unidade basilar, uma verdadeira célula da ação programática do Movimento Espírita, constituindo-se não só como um educandário de Espíritos, mas também como um atuante templo de orações e de fraterna vivência evangélica. É a abençoada instituição de cultivo do amor entre as criaturas encarnadas e desencarnadas, um santuário de reeducação espiritual.

2. Podemos imaginar esse núcleo educativo e posto de socorro na complexidade de uma usina e laboratório, hospital e escola, núcleo de pesquisas e célula de experiências valiosas, onde o coração e o cérebro se entreguem a inadiáveis tarefas de abnegação e fraternidade, de equilíbrio e união, de estudo e luz.

3. O Centro Espírita é um posto de socorro, espiritual e material, que acolhe desde a criança até o velho, necessitados ou não de assistência e fraternidade. É templo, é casa de oração, é recanto de paz, acolhendo os desesperados, os revoltados.

4. É uma alegria verificar que, no Brasil, o idealismo, o anseio da prática da caridade em seus multiformes aspectos e a firme vontade de propagar a doutrina espírita têm sido as alavancas propulsoras da fundação e sustentação das instituições espíritas.

O papel do Centro Espírita

5. O papel que o Centro Espírita deve desempenhar é primordialmente operar a propagação da doutrina espírita para a renovação do homem, integrando-o no grupo familiar e na sociedade em que vive, com vistas ao progresso moral e espiritual de todos. Como escola de formação espiritual e moral, que deve ser, o Centro Espírita desempenha papel relevante na divulgação do Espiritismo e no atendimento a todos os que nele buscam orientação e amparo.

6. Cabe ao Centro Espírita a responsabilidade de mobilizar todos os recursos possíveis à instrução, orientação, alertamento e educação dos encarnados, seja na infância, seja na mocidade, na madureza ou na velhice, a fim de que se desincumbam com êxito de suas tarefas.

7. Incumbe-lhe, ainda, a atribuição de promover, em clima de harmonia, a Unificação. O opúsculo "Orientação ao Centro Espírita", obra elaborada pelo Conselho Federativo Nacional, recomenda que todo Centro deve unir-se aos demais com o propósito de confraternização e permuta de experiências para o aprimoramento de suas atividades. Fazendo-o, estarão os Centros cumprindo uma orientação sugerida por Kardec, como vimos anteriormente. (Leia sobre o assunto o módulo 8 deste estudo constante da edição de 6/6/2007 desta revista.)

8. Da relevância de suas atribuições, da magnitude de sua missão, por meio de suas múltiplas atividades atuais, ressalta toda a imensurável e notável importância de seu papel no mundo contemporâneo, tão envolto em crises e tormentosas convulsões sociais.

9. Ao aplicar a doutrina espírita, ensinando e promovendo a sua prática pelo exercício contínuo da lei de amor, o Centro Espírita estará realizando o que de mais edificante e altaneiro poderia alcançar: a evolução moral e espiritual do homem e da Humanidade, conduzindo a ambos ao reino de luz, de paz e de bem-estar geral. Por aí se pode bem aquilatar a sua inestimável e insuperável importância.

As atividades do Centro Espírita

10. O Centro Espírita desenvolve múltiplas realizações agrupadas em atividades básicas, administrativas, de comunicação e de unificação. As atividades que se relacionam com o objetivo da doutrina estão discriminadas no opúsculo "Orientação ao Centro Espírita" (obra citada), na seguinte ordem:

Promover o estudo metódico e sistemático da doutrina espírita e do Evangelho à luz do Espiritismo.

Promover a evangelização da criança à luz da doutrina espírita.

Incentivar a orientação da juventude na teoria e na prática doutrinária, integrando-a em suas tarefas.

Divulgar a doutrina espírita por meio do livro.

Promover o estudo da mediunidade, orientando as atividades mediúnicas.

Desenvolver atividades de assistência espiritual, mediante a utilização dos recursos oferecidos pela doutrina, inclusive reuniões privativas de desobsessão.

Manter um trabalho de atendimento fraterno, pelo diálogo, com vistas à orientação e esclarecimento das pessoas que buscam o Centro.

Promover o serviço de assistência social espírita, assegurando suas características beneficentes, preventivas e promocionais.

Incentivar e orientar a instituição do Culto do Evangelho no lar.

11. Além destas, o Centro desenvolve atividades administrativas, atividades de comunicação, inclusive a divulgação do Esperanto e, por fim, atividades de Unificação, conjugando esforços e somando experiências com as demais instituições congêneres da mesma localidade ou região, de modo a evitar paralelismo ou duplicidade de realizações.

12. O Centro Espírita, para melhor desempenhar seu papel, deve revestir a forma departamental de administração. Um modelo usual de organização de Centro Espírita no Brasil prevê, além da existência de um Conselho Deliberativo, uma Diretoria Executiva constituída de presidente, vice-presidente, secretário e tesoureiro e diretores de Departamentos, a saber: Departamento Doutrinário (estudos, palestras, educação mediúnica, assistência espiritual e desobsessão), Departamento de Assistência Social, Departamento de Infância e Juventude, Departamento de Divulgação (livraria, biblioteca, divulgação da doutrina por meio do rádio, da televisão e da imprensa) e Departamento de Administração.

Respostas às questões propostas

1. Que é Centro Espírita? R.: O Centro Espírita é uma unidade basilar, uma verdadeira célula da ação programática do Movimento Espírita, constituindo-se não só como um educandário de Espíritos, mas também como um atuante templo de orações e de fraterna vivência evangélica.

2. Qual o papel que o Centro Espírita deve desempenhar? R.: O papel que o Centro Espírita deve desempenhar é primordialmente operar a propagação da doutrina espírita para a renovação do homem, integrando-o no grupo familiar e na sociedade, com vistas ao progresso moral e espiritual de todos.

3. São em número de nove as atividades básicas do Centro Espírita. Mencione pelo menos cinco delas. R.: Promover o estudo metódico e sistemático da doutrina espírita e do Evangelho à luz do Espiritismo; promover a evangelização da criança à luz da doutrina espírita; promover o estudo da mediunidade, orientando as atividades mediúnicas; desenvolver atividades de assistência espiritual, mediante a utilização dos recursos oferecidos pela doutrina, inclusive reuniões privativas de desobsessão; manter um trabalho de atendimento fraterno, pelo diálogo, com vistas à orientação e esclarecimento das pessoas que buscam o Centro.

4. O Centro Espírita tem alguma responsabilidade com a Unificação? R.: Sim. O opúsculo "Orientação ao Centro Espírita" recomenda que todo Centro deve unir-se aos demais com o propósito de confraternização e permuta de experiências para o aprimoramento de suas atividades. Fazendo-o, estarão os Centros cumprindo uma orientação sugerida pelo próprio Codificador do Espiritismo.

5. Complete a seguinte frase: R.: "O Centro Espírita, para melhor desempenhar seu papel, deve revestir a forma departamental de administração."

Bibliografia:

"O Livro dos Médiuns", item 334.
"Orientação ao Centro Espírita", FEB, pp. 13 a 15.
"Reformador" de agosto/1976.
"Reformador" de agosto/1980.

Visualizações: 37

Deixar um comentário

Você precisa ser um membro de Global Social para adicionar recados!

Entrar em Global Social

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  Páscoa e Semana Santa nos cards Martinha.

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Presença no Facebook

Grupo do Global no Facebook

Pagina Curtam, a Pagina no Facebook

© 2020   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!