Seja bem vindo(a). Agora está ainda mais fácil usar a rede Global Social, use os menus na barra de topo e nas laterais.
Novidades: Novos Cards Martinha, Novos Poemas no grupo de Poesia, Novo Grupo Espaço Religião, novos temas Margarida e Livita, novas Capas em Arte para Perfil, diariamente novos blogs área de Blog. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

Blog--(1) Dolandmay Walter
Vozes da Alma!
http://poetadolandmay.blogspot.com

Blog--(2) Dolandmay Walter
Por o meu imenso AMOR!
http://dolandmaywaltersilva.blogspot.com

SITE (NO PENSADOR DO UOL)
http://pensador.uol.com.br/autor/poeta_dolandmay

Visualizações: 112

Respostas a este tópico

Foto

Titulo: Expressões

Do humilde se faz o amor...
Do santo se faz a graça...
De cada gesto uma alegria...
E de cada afeto uma nova luz!

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Desejos raros

Por sonhar-te, nos teus dias belos, querida,
Ando assim, tão ansioso, por teu querer...
Quanto amor, quanto desejo há no teu ser,
Quanta cobiça louca de paixão ensandecida!

Jamais vi um amor assim numa outra vida:
Orgias escondidas, desejos raros de prazer,
E nos afetos ocultos sob o além d’ um viver,
O vil despertar d’ uma ambição tão perdida!

Eu quero me embriagar no teu amor tanto...
E sobre os teus anseios sair do meu acalanto,
Da dor que me fere, sob iguais cobiças tuas!

Sonhar-te-ei, por os teus rastros encontrar...
Mesmo que me seja abstruso poder te amar,
Quero gritar-te em versos loucos, pelas ruas!

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Amor de primavera

Tão agradável é viver o amor bonito
Nas entranhas do infinito
Onde nasce a primavera...
Deixar a mente clarear um céu azul
Sobre as estrelas lá do sul
Onde a saudade não se’spera...

Amor alegre
Que incendeia a lua amante
Renascendo em cada instante
Nos embalos da paixão...
Amor afável na imensa alvorada
Que se vem sem quer dum nada
Nos pulsar o coração...

Astro brilhante tão bonito de se ver
Nascendo a cada amanhecer
Alimentando as videiras...
Tão agradável é ver a vida se’mbalar
Da solidão que a faz ficar
Sem as almas gémeas companheiras.

Flor que cresce do imenso infinito
É esse amor bonito
Que não se quer qualquer razão...
E a sua luz de oiro forte a crepitar
São dos reflexos lá do mar
Onde tudo é vivo e nada é vão...

Amor alegre
Que incendeia a lua amante
Renascendo em cada instante
Nos embalos da paixão...
Amor afável na imensa alvorada
Que se vem sem quer dum nada
Nos pulsar o coração...

Astro brilhante tão bonito de se ver
Nascendo a cada amanhecer
Alimentando as videiras...
Tão agradável é ver a vida se’mbalar
Da solidão que a faz ficar
Sem as almas gémeas companheiras.

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: O amor com você
(A Amanda Lopes)

O amor por viver
Num sentir de ilusão
Tudo é triste
O amor sem sofrer
Num sentimento profundo
É o que tanto busquei
Com você
Nesse mundo.

Meu amor, que esta paz
Não nos deixe mais
E que nos possa querer
Para sempre assim
Sem solidão pra viver
O amor, dentro de mim
Com você.

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Amor notado

Depois de tanto amor, com tão constância,
Sem mais esquecimento, sem mais provar,
Você vem até mim sem quer distância,
— Eloquente aos teus prazeres por me notar...

Depois de tantas saudades, de relutância,
Com tão mais sentimentos a me enlevar
Você vem até mim em elegância
De o meu coração, por te ver, pulsar...

Tantos desejos, tanta paixão, tantas orgias
Sou aos teus olhos, sou aos teus dias,
Mas nunca tive de você o que têm de mim...

Depois de tantos anseios, de tanto querer,
Tanto mais amor, sinto em você, —
Endoidecida a me enxergar, sem ter mais fim...

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: O beijo

Dou-te beijos na alma,
porque à boca, com o tempo,
esquece o gosto.

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Monogamia

A felicidade não se encontra
no que é bonito,
mas no que é verdadeiro.

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Erros

Quem diz: é amor demais! Extinta paixão
Que enriquece tristezas, desejos e medo!
Pelo cerne enlouquecido, o coração
Não se impõe de existência um segredo!

Quem diz: é paixão demais! Extinto amor
Que empobrece sorrir, lágrimas e sofrer!
Pela alma corrompida, a dor
Não se absorve de alegria um viver!

Sentimentos complexos e equivalentes,
N’um existir eficaz a consumir o espírito
Por fantasmas vulgares, dependentes,
N’um despertar sem sentir por ser dito:

Amor! Paixão! Desejos loucos e plenitude,
Só se têm; quem se impõe, em virtude!

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Amor de mim

Dá-me a tua mão dentre os teus sorrisos
Sem que seja displicente,
Sem que seja de amor de repente...
Dá-me a tua alma como o meu abrigo,
Seja em mim o luar mais cheio
Dentre o poema que te vivo e leio...
Dá-me a tua paixão mais louca
Para o meu beijo apaixonado em sua boca,
Dá-me os teus cansaços
Que eu te darei os meus braços
Para que sejam de mim os teus sonhos
Dentre às letras que te componho,
Para que seja de mim o teu encantar...

Dá-me os teus medos e o teu coração
Sem que seja independente e vão,
Para que seja de mim a tua vida, som e ar.

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Canção da espera

Nas formas dos meus sentidos
D’onde vêm a minha essência,
Baila os teus cabelos compridos
Sem forma e nem aparência.

No infinito onde te guardo,
A rogar por teu amor eterno
Carrego as costas o meu fardo
A não descumprir o amar sincero.

Como os ventos você me passa
Sem me enxergar aqui na terra,
E como se eu fosse uma farsa
Bem lá ao sul você se encerra.

Nesses ventos em contra mão
Estão os meus olhos a cegar,
E dentre o meu corpo o coração
Só te guarda à hora de chegar.

E como a esperança é sem fim,
Eu vou te esperar por todo o tempo...
Que você se esbarre sobre mim
Dentre os séculos em movimento.

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Amar pra sempre

Eu sei que entre nós tudo acabou
Mas eu não sei o que fazer pra te esquecer
O seu amor você deixou
Dentro de mim sem resolver
Eu só queria agora uma palavra sua
Que me dissesse um pouco mais
Que o seu amor não mais me insinua
Vem, me diz, me deixa em paz...

Diz que o amor entre nós nunca existiu
Que aquele amor que você sentia
Foi apenas um momento em qual queria
Conhecer o que nunca te sorriu...

Vem, me fala, que eu vou embora
Que a nossa situação se resolve agora
Mas eu conheço a sua verdade
Muda os teus gestos pra que a saudade
Não renove nossa paixão perdida...

Do amor o mundo não conhece a razão
Mas eu conheço o seu coração
Qual o meu nos quer amar pra toda vida...

Dolandmay Walter

Foto

Titulo: Amor composto

Entre o seu corpo e o meu,
O carinho suspenso, a fogo,
A profundo êxtase composto,
Tremente o coração foi teu.

Entre o seu corpo e o meu,
Suplicado o ar absorto,
De ardentes, o delírio todo
Vem de mim, afim, vem seu.

Amor, a tu'alma nua de ser,
Nada a esmo vem a prover,
Nada em mim vem conspirar...

Que te amo sem nada, a dois,
Pois, que de mim, o depois
Já contudo só diz em te amar.

Dolandmay Walter

RSS

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Presença no Facebook

Grupo do Global no Facebook

Pagina Curtam, a Pagina no Facebook

© 2019   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço