Seja bem vindo(a). Agora está ainda mais fácil usar a rede Global Social, use os menus na barra de topo e nas laterais.
Novidades: Novos cartões em Cards Martinha, novas Barrinhas no grupo "O que a alma me fala", novos Poemas no grupo Poesia, novo Grupo Espaço Religião, novos Temas Margarida e Livita, novas Capas no grupo Arte para Perfil, novos Cartões no grupo Scraps, diariamente novos Blogs área de Blog. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

Visualizações: 58

Respostas a este tópico

Foto

Saudades!

Saudade... saudade da emoção
saudade da paixão
dos momentos vividos
que marcaram a vida da gente.

Às vezes parece o vento
que passa por nós como uma pluma
de quando em quando é turbilhão
tempestade, maremotos!

Saudade... brisa que carrega o passado!
E no fim de todo caminho,
Mistura-se a saudade
com a desilusão, a falta de carinho...

Nos corações vazios, meu e seu
Aloja-se a saudade,
na poesia que componho
misto de vida e de sonho!

E vou chegando ao fim...

Ciducha Seefelder

Foto

Lágrimas de amor

Derramo-as com prazer,
as minhas lágrimas de amor
por você, somente por você!
Que sejam de saudades
que sejam de ansiedade
que sejam, se quiserem,
até dessa vontade,
que eu tenho de lhe ver!
Eu molharia o céu
eu molharia o mar
de tanto por você chorar!
E se soubesse que o traria
com minhas lágrimas furtivas
então, dia e noite eu choraria
até você me ouvir e me trazer a vida...
que só junto a você, eu a terei.
Devolva-me, portanto, o que me deve
sua presença, seu sorriso leve
devolva-me, amor, e seja breve!
Porque querer-me é pouco,
meu coração é louco por você!
Se acaso demorar
eu já nem sei...
mas bem posso chorar
tudo outra vez!

Ciducha Seefelder

Foto

Meu namorado

Nasce um poema
meio triste e reticente
impertinente
vem chegando de mansinho
nas asas da saudade
que eu sinto do meu amor
há tanto tempo distante, isolado
meu namorado...
A lua abona meu verso
expõe meu reverso
de tantas luas felizes que vivi
e de repente o destino
quem sabe, insatisfeito comigo
chegou arrogante e sem pesar decretou:
_ O fim chegou e ponto!
Mas ele não me ensinou
a aceitar o seu decreto, irrevogável
por isso minh'alma nivela nessa saudade
de quem foi e será sempre tão amado,
o meu namorado...

Ciducha Seefelder

Foto

De amor também se morre

Aos poucos
bem devagarinho,
o coração ainda chora,
a alma parece vazia,
a emoção aflora.
A lembrança permanece,
cada dia mais intensa
e tudo mais perde a importância,
querendo muito e no entanto
sabendo...
que nunca mais terei o seu carinho!
Não verei de novo,
o brilho intenso do seu olhar,
a me encarar!
Não tocarei seu rosto,
nem terei nas minhas, as suas mãos...
Como é difícil aceitar,
a expressão " nunca mais "...
Ela se assemelha às labaredas,
que vão devorando meus dias,
no crepitar das horas...
dos minutos...
todos feitos de ausência,
da sua ausência!
Nunca mais...
é tanto tempo que me faz pensar,
e incontestavelmente acreditar que...
de amor também se morre...
ainda que lentamente.

Ciducha Seefelder

Foto

Restos de mim...

Ah, querido, os dias seguintes
foram terríveis!
Creio que jamais
saberei como sobrevivi
sem seu amor,
seu carinho,
seu semblante,
sua voz no meio da noite...

Agora, sou e estou só!
Irremediavelmente só...
Nada me acode!

Não quero ninguém,
nem mão amiga
ou afago amante...
Quero o silêncio constante,
da sua ausência,
para nele, dormir e sonhar.
É tudo que me resta...
o que resta de nós dois.

Agora pouco importa se
é dia, tarde ou noite...
Para mim, será sempre noite.
Uma noite de tempestades e trovoadas que não me apavoram,
pois permaneço abraçada
às nossas lembranças.

O melhor de mim, se foi com você.
Agora, tenho apenas os restos de nós,
mas é tão bom!
Bom e rico... o meu tesouro.
Jamais pensei contentar-me
com tão pouco...
Mas eu, que tudo podia ao seu lado,
hoje nada posso...
nada tenho...
nada vejo...
Apenas sinto e sentirei sempre,
o grande amor que partilhamos!
Nosso amor...
Nosso...
Só nosso...

Ciducha Seefelder

Foto

Eu sei que vou te amar!

Desnecessário confessar
que nunca deixarei de te amar
Pois amo-te ontem,
hoje,
e sempre!

O tempo sublima
os nossos pensamentos,
e o que era inconfesso,
hoje eu professo,
como a minha lei:
_Eu sei que vou te amar!

E não há no mundo,
em mil anos ou um segundo
nada que me faça recuar:
- Eu sei que vou te amar!

Vou esperar...
Com a ansiedade que me abraça,
com a insensatez que me sequestra
com a lucidez que me diz,
repetida e incansavelmente:
- Eu sei que vou te amar...
eternamente!

Ciducha Seefelder

Foto

Por que todos se foram?

Hoje me perguntei:
-Por que todos os que eu amei se foram?
Por que tão cedo?
Por que antes de mim?

Estou só... meio perdida
como quem caminha sem rumo,
em estrada longa
que não se vê o fim,
talvez por isso,
seja tão triste assim...

Às vezes me sinto como se fosse
o capitão de um navio,
vendo todos os seus tripulantes partirem...
todos os meus amores, um a um...
e a minha nau à deriva
navegando à esmo,
à procura nem eu sei do que,
mas procuro mesmo sem saber,
na imensidão do nada,
que se estende ostensivo,
a perder de vista...

Onde estão?
Para onde foram?
Por que me deixaram...
tão só!?

Ciducha Seefelder

Foto

Faça outra vez!

Ainda que em sonho,
o olhar sereno,
de olhar inquieto... irrequieto!
Pousa outra vez
no meu ombro tenso,
sua mão amena
com que, suave,
aplacaste, tantas vezes,
minha alma intolerante!

Torne outra vez,
de alguma forma,
pois não se conforma
com sua ausência,
o meu jeito de ser

Faça-me mulher
outra vez!
De alguma forma
tome minha mão,
ensine-me novamente
o que não aprendi,
ou esqueci, não sei...

Não me negue o que preciso,
não me roube o juízo,
não me deixe assim...
às margens de mim.

Faça outra vez!
Como já me fez tantas vezes:
- Feliz!

Ciducha Seefelder

Foto

Sempre no meu coração...

Minha certeza é a do vento
que vem e passa,
engolindo vorazmente
tudo o que encontra pela frente,
e eu me assemelho mas não me sacio,
sedenta de amor...
Minha coragem tem limite...
O limite certo para o nosso caso.
Se é que existe,
se alguém resiste
porque eu... não sei ainda,
se resistirei...
Carrego a esperança do amanhã,
do afago, do sorriso
e da palavra dita docemente,
na sua voz, caliente...
Em alguma noite ou dia
num momento de amor ardente,
inconsequente...
que dispensa explicação.
Apenas é,
esse desejo forte
que sufoco no meu peito.
Sempre no meu coração...
Seja do seu ou do meu jeito!

Ciducha Seefelder

Foto

Esta noite...

Esta noite fartei-me
de sonhar contigo
Pensamentos a deriva...
Vaguei minhas mãos
por teu corpo
Beijei teus lábios
E senti que ainda estou viva!

Esta noite percebi que
Nossos sonhos separados
São discretos pecados noturnos
Mas plenos de realidade
Pois fazem a harmonia conveniente
de nosso tempo acordados

Esta noite, derrubei
tuas muralhas
Afoguei minha carência
no teu coração...
Morri mil vezes, no teu corpo
Me encolhi no teu aconchego
E ao mesmo tempo ri e chorei
tal era minha emoção.

Esta noite me perdi em ti..
para sempre ou nunca mais...
Piso de leve, pés descalços...
mãos vazias
Abro a porta outro dia, sem bater
Para não acordar,
a dor que ainda possa viver!

Ciducha Seefelder

Foto

Recordando... (nossos melhores momentos!)

I

...recordo-me vivamente do brilho
do seu olhar...
Lembro-me do seu abraço
naquele verão, entre todos
os Verões...
em que comecei a lhe amar!

II

...lembro-me de ver seu rosto
através das lágrimas
quando percebi
que seria inútil
resistir a alguém tão determinado
a conseguir o que desejava,
mas porque era também
o único meio de provar
o seu amor
E antes que eu pudesse
destruir os remanescentes
de minhas defesas,
eu cedí...

III

...eu o amava... Jamais amara
qualquer outro homem antes e,
nunca amara outro depois
Ou eu o amava o suficiente
para fazer qualquer coisa
que o ajudasse, ou não
o amava absolutamente.
Era simples assim...

IV

...será que nos perdemos
um do outro no tempo,
querido?
Mas isso é bobagem!
Estamos aqui, novamente juntos,
exatamente como em 1956...

V

...a única diferença é que
agora, eu viajei para o lado
no tempo
Seja como for, como podemos
dizer que nos desencontramos,
se ainda nos amamos...

VI

...e ao amar você, superei
meu medo arraigado
de perdê-lo um dia... e,
pela primeira vez na vida
pude apreciar o fato
de termos nos reencontrado...

VII

...foi quando compreendi
que podia ter cometido
o erro de pensar
que nossa ligação estava
encerrada
Nada mais importava...

VIII

...tudo era irrelevante!
Sabia que você me pertencia... e,
prometi a mim mesma
que me empenharia ao máximo
para conquistar o que
eu mais desejava no mundo:
Você!

Ciducha Seefelder

Foto

Toda sua...

Pois é... andei cheia de grilos,
mas estou bem...
Depois de tanta impertinência,
aqui estou e sou toda sua...
entregue aos seus desejos e aos meus...
Pensar em você é uma constante
e você sabe disso, apesar das minhas contradições
Pensar em você, penso sempre (além da conta!)
quero você... do nosso jeito...
Pois nada mudou
continuo sendo só sua
e de mais ninguém!

Ciducha Seefelder

RSS

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  Páscoa e Semana Santa nos cards Martinha.

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Presença no Facebook

Grupo do Global no Facebook

Pagina Curtam, a Pagina no Facebook

© 2020   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!