Seja bem vindo(a). Agora está ainda mais fácil usar a rede Global Social, use os menus na barra de topo e nas laterais.
Novidades: Novos cartões em Cards Martinha, novas Barrinhas no grupo "O que a alma me fala", novos Poemas no grupo Poesia, novo Grupo Espaço Religião, novos Temas Margarida e Livita, novas Capas no grupo Arte para Perfil, novos Cartões no grupo Scraps, diariamente novos Blogs área de Blog. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

Blog de Patrizia Gardona -- outubro 2019 Ficheiro (31)

Eis a questão

Sobrevoei...

A relva verdinha, macia,

o ar fresquinho me acolheu.

Suspensa na relva de um lindo lugar,

também estava sufocada,

na selva deste chão.



O pensamento em desalinho.

Ora estou no campo da imaginação,

ora nesta viagem de curta duração.

Sem febre, no descontrole das emoções..

.

Ora estou lá, ora estou cá...

Me agito.

Grito bem…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 31 outubro 2019 às 8:30 — Sem comentários

Uma Estrada só Sua

"Há uma estrada cujo único dono e senhor é Você: é a Estrada do Seu Pensamento. Nela você também é o único vigilante rodoviário. Você tem se aplicado algumas merecidas multas? Note que a Estrada do Seu Pensamento pode ser percorrida do jeito que você quiser escolher. Nela, as placas de sinalização é você quem faz e elas sempre o levarão para onde você deixar.

Perceba que lombadas e valetas também são colocadas por você, portanto…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 30 outubro 2019 às 8:30 — Sem comentários

Canção de Outono

Perdoa-me, folha seca,

não posso cuidar de ti.

Vim para amar neste mundo,

e até do amor me perdi.

De que serviu tecer flores

pelas areias do chão

se havia gente dormindo

sobre o próprio coração?



E não pude levantá-la!

Choro pelo que não fiz.

E pela minha fraqueza

é que sou triste e infeliz.

Perdoa-me, folha seca!

Meus olhos sem força…
Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 29 outubro 2019 às 9:30 — 1 Comentário

Com o coração

Hoje eu não quero conversas vestidas de uniforme. Diálogos impecavelmente arrumados que não deixam o coração à mostra. As palavras podem sair de casa sem maquilhagem. Podem surgir com os cabelos desalinhados, livres de roupas que as apertem, como se tivessem acabado de acordar. Dispensa-se tons académicos, defesas de teses, regras para impressionar o interlocutor. O único requinte deve ser o sentimento. É desnecessário tentar…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 28 outubro 2019 às 9:00 — Sem comentários

Se eu pudesse!



... Com a alma,

buscava tua calma

para geminá-la à minha!



... Com o horizonte,

te daria o sol

para posse de teus dias!



... Com o vento,

levaria o amor

para dentro do teu peito!



... Com a chuva,

banhava o teu rosto

para o despertar do teu sono!



... Com a lua,

clareava os teus olhos

para enxugarem os…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 27 outubro 2019 às 10:00 — Sem comentários

O amor não pede esforço. O amor acontece.

Seria bacana se a gente pudesse dissolver a ilusão de que para sermos amados temos que ser outros que não nos habitam. Outros que não somos.

Outros que, no fundo, não podemos ser, mas também não precisamos.

Ter outras caras.

Outros corpos.

Outros gostos.

Outros sonhos.

Outros jeitos.

É inútil qualquer esforço de tentar caber onde o nosso coração não está.

Onde ele não pode nadar livremente, no…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 26 outubro 2019 às 10:30 — Sem comentários

Minha alma está em brisa

Contei meus anos e descobri que tenho menos tempo para viver a partir daqui, do que o que eu vivi até agora.

Eu me sinto como aquela criança que ganhou um pacote de *doces*; O primeiro comeu com prazer, mas quando percebeu que havia poucos, começou a saboreá-los profundamente.

Já não tenho tempo para reuniões intermináveis ​​em que são discutidos estatutos, regras, procedimentos e regulamentos…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 25 outubro 2019 às 7:30 — Sem comentários

Do novelo emaranhado da memória

Do novelo emaranhado da memória, da escuridão dos nós cegos, puxo um fio que me aparece solto. Devagar o liberto, de medo que se desfaça entre os dedos.

É um fio longo, verde e azul, com cheiro de limos, e tem a macieza quente do lodo vivo.

É um rio.

Corre-me nas mãos, agora molhadas.

Toda a água me passa entre as palmas abertas, e de repente não sei se as águas nascem de mim, ou para mim fluem.

Continuo a…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 24 outubro 2019 às 7:30 — Sem comentários

A Mentirosa Liberdade

Comecei a escrever um novo livro, sobre os mitos e mentiras que nossa cultura expõe em prateleiras enfeitadas, para que a gente enfie esse material na cabeça e, pior, na alma – como se fosse algodão-doce colorido. Com ele chegam os medos que tudo isso nos inspira: medo de não estar bem enquadrados, medo de não ser valorizados pela turma, medo de não ser suficientemente ricos, magros, musculosos, de não…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 23 outubro 2019 às 7:30 — Sem comentários

Antes de ser mãe

Antes de ser mãe, eu fazia e comia

os alimentos ainda quentes.

Eu não tinha roupas manchadas,

tinha calmas conversas ao telefone.



Antes de ser mãe, eu dormia o quanto eu queria,

Nunca me preocupava com a hora de ir para a cama.

Eu não me esquecia de escovar os cabelos e os dentes



Antes de ser mãe,

eu limpava minha casa todo dia.

Eu não tropeçava em brinquedos e

nem pensava…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 22 outubro 2019 às 8:00 — 3 Comentários

Com o coração

Hoje eu não quero conversas vestidas de uniforme. Diálogos impecavelmente arrumados que não deixam o coração à mostra. As palavras podem sair de casa sem maquiagem. Podem surgir com os cabelos desalinhados, livres de roupas que as apertem, como se tivessem acabado de acordar. Dispensa-se tons académicos, defesas de teses, regras para impressionar o interlocutor. O único requinte deve ser o sentimento. É desnecessário tentar entender…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 21 outubro 2019 às 9:30 — Sem comentários

Contra - Senso

Quando a gota se viu semelhante a uma gema valiosa, na folhagem da primavera, insultou o rio em que se formara:

Sai da frente, monstro do chão.



Quando o tronco se agigantou diante do firmamento, blasfemou conta a própria raiz:

Não me sujes os pés.



Quando o vaso passou pela cerâmica em que nascera, gritou, revoltado:

Não suporto essa lama.



Quando o ouro se…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 20 outubro 2019 às 11:30 — Sem comentários

Sou feita de Retalhos

"Sou feita de retalhos. Pedacinhos coloridos

de cada vida

que passa

pela minha

e que vou

costurando

na alma.

Nem sempre bonitos,

nem sempre felizes,

mas me acrescentam

e me fazem ser

quem eu sou.

Em cada encontro,

em cada contato,

vou ficando maior...

Em cada retalho,

uma vida,

uma lição,

um carinho,

uma saudade...

que me…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 19 outubro 2019 às 12:00 — Sem comentários

Momentos!

Quero lhe dizer palavras de amor

sentindo suave perfume de flor,

porque tudo em você só faz sentido,

o seu ser, seu bem querer, mais puro e lindo.



Quero outra vez sentir prazer

recordar momentos felizes, porque

você é o meu amor, meu bem querer,

o que torna um só ser, eu e você.



Quero que me abrace como antes,

sussurre que você é só meu

e que nada irá findar o que já é…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 18 outubro 2019 às 11:30 — Sem comentários

Sete Alimentos que Combatem o Colesterol Mau e Aumentam o Bom

A ingestão de uma dieta equilibrada pode ser a melhor solução para muitos problemas de saúde e defesa do organismo.

E quando se fala de colesterol alto, isso não é diferente.

O colesterol nada mais é do que uma substância gordurosa que está presente naturalmente no corpo, e tem um papel essencial para manter um bom funcionamento de todas as células. No entanto, o excesso dessa gordura é altamente perigoso para o…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 17 outubro 2019 às 11:30 — Sem comentários

À sombra da árvore



Onde descansa o viajante

E também o trabalhador

No tronco se escreve o nome

Marcando encontro de amor.



Da lua ofusca a claridade

Onde namorados vão se encontrar

É um quadro tão inspirativo

Que os leva a se abraçar.



Do sol, da lua ou da luz

As sombras das árvores são inspirações

Refaz as energias e inspira o poeta

A trocar palavras e unir corações.



A sombra da…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 16 outubro 2019 às 12:30 — Sem comentários

Estação das Flores

Adoro as flores

de todas as cores

e o trinar dos passarinhos

que festejam em seus ninhos.



Eu adoro a primavera

porque é fresca e não é

muito fria...

Assim me enche de alegria.



É tão bom que meu gato até mia

com muita sabedoria!



Mas ela dura como um momento,

por isso aproveito todo tempo.

As árvores crescendo;

isso mesmo eu…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 15 outubro 2019 às 10:30 — Sem comentários

Vem Pra Cá!...

Sai dessa tristeza

sorria que é beleza

neste ninho se abrigar

com certeza,

Vem pra cá...



Tenha fé no seu futuro,

crie pontes e não muro,

seja prática em buscar.

Vem seguro,

saiba tudo.

Vem pra cá!...



Chorar? Só de alegria.

Comece sempre seu dia

com vontade de dançar.

Gire em volta a energia;

acrescente boa mania,…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 14 outubro 2019 às 12:00 — Sem comentários

Vários de Fábio de Melo

"Cada vez me convenço, talvez você também, de que são poucas as pessoas que na vida são capazes de nos deixar a vontade para a gente ser o que a gente é. São poucas as pessoas que diminuem e que cessam a nossa solidão, porque a solidão só vai embora quando o coração consegue ser o que ele é, sem precisar mentir, sem precisar inventar, sem precisar usar máscaras."

O "bonito" não se limita a um atrativo estético, interior. É você perceber algo a mais. É descobrir que alguma coisa daquela beleza supera as suas for... Frase de Padre Fábio de Melo.

O "bonito" não se limita a um atrativo…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 13 outubro 2019 às 10:30 — Sem comentários

Neste sol de Outono

O Outono é belo, no seu matizado

Mas triste e solene no seu crepuscular

Nele vou poisando um lânguido olhar

Num palpitar por vezes agitado.



Despem-se de folhas as árvores frondosas

Caídas pela aragem fresca, noite fora

Bailados e cânticos de hora- a-hora

Gestos de carícias clamorosas.



De Outono são estes cabelos grisalhos

E o andar lento, por ruas e atalhos

Vida já vivida,…

Ler mais

Adicionado por Patrizia Gardona em 12 outubro 2019 às 11:30 — Sem comentários

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Adicionados novos car-tões para  Qualquer Ocasião, Boas Vindas, Boa Noite nos cards Martinha.

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Presença no Facebook

Grupo do Global no Facebook

Pagina Curtam, a Pagina no Facebook

© 2020   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Registe-se Juntos fazemos a diferença!