Seja bem vindo(a). Agora está ainda mais fácil usar a rede Global Social, use os menus na barra de topo e nas laterais.
Novidades: Novos Cards Martinha, Novos Poemas no grupo de Poesia, Novo Grupo Espaço Religião, novos temas Margarida e Livita, novas Capas em Arte para Perfil, diariamente novos blogs área de Blog. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

Visualizações: 45

Respostas a este tópico

Foto

Deixarei

Deixarei...
que me desnudes...?
Meus pensamentos,
meus desejos
minh'alma!

Deixarei que me ames
que me desperte
para o amor
tão inexistente de presença!

Deixarei que me ensines
todos os meandros da sedução..
e serei toda emoção!

Deixarei que me aqueças
que me enlaçe todos os abraços
que guardas pra mim...
e que espero tanto!

Deixarei que digas
o quanto me amas
e eu responderei:
sim... eu sempre te amei!

Deixarei...!?

Ciducha Seefelder

Foto

Saudades!

Ah!! Que saudades!!
Saudades do meu tempo criança..
Saudades da minha inocência...
Em que tudo acreditava!!

Saudades dos meus anos dourados
Onde o amor era o que mais contava
Não importa se era verdade ou não
Apenas quem eu amava!

Saudades do grande amor da minha vida
Que pouca importância tinha
Se era ou não correspondida
Ah! Que saudades!!

Hoje estou na idade da respeitabilidade
E de repente, sair a busca da minha identidade
Perdida por aí, através de amigos e sonhos
Não é a realidade

Mas mesmo assim..
Que saudades...
De você, e de mim!!

Ciducha Seefelder

Foto

Não me magoe, por favor!

Eu me sentia como alguém
que contraíra uma doença fatal!

Durante curtos períodos
eu conseguia esquecê-lo,
mas logo voltava a sentir
a pressão sutil na memória...

Comecei a desejar
que jamais tivéssemos nos encontrado
pessoalmente...

A realidade era mais opressiva
que os vôos compulsivos,
da minha imaginação...

Eu o queria tanto!

Mas não é da dor que tenho medo...
eu conheço essa dor.
Tenho medo é do término desse amor,
meu pequeno e doce sonho...
Tive tão poucos sonhos...

- Não me magoe...
Era isso que eu precisava dizer:
- Por favor, não me magoe!
Para tanto, basta o vazio...
basta essa sensação de tudo,
rodeada de nadas indecifráveis...
velhos sonhos carcomidos...
puídas esperanças...
o tic-tac do relógio,
impertinente, quase rude...

Não me magoe, por favor!
A melhor parte,
o que sobrou de mim, morrerá,
se você me magoar

Ciducha Seefelder

Foto

Amor, não me deixe

Querido, preciso desabafar...
colocar aqui nesse papel
a minha preocupação,
minha saudade,
minha tristeza
e minha dor!
Um pedaço de mim morreu
ao vê-lo naquele leito frio
tão indefeso!

Ah... isso me angustia
me tira o prumo
viro um risco!

Reaja, pense em nós!
Estou no meu limite...
gostaria de fugir
esconder-me do mundo
mas para onde ir?...

A tristeza toma, arrogante, o seu lugar
rouba a minha alegria,
que você tanto aprecia...
lembra?

Por favor, eu lhe peço:
- Fique bom e volte logo para os braços meus!
Sofro por tanto te amar
e te querer, nesta ausência tão cruel!

Não importa o mundo... toda a gente
somos um do outro e ponto!
Ah... meu amor, não demores
amenize meu sofrer...
pois sei que distante,
não conseguirei sobreviver!

Quando aqui chegares
vai ser como a primeira
ou a última vez...
e se sequer pensares
em me deixar sozinha outra vez
eu te suplicarei:
- Amor... não me deixe...

Fica comigo!

Ciducha Seefelder

Foto

Não importa...!

Enquanto a lua passeia lá no céu,
em mim, passeia uma saudade.
Misto de dor e ansiedade
onde o seu rosto é a personagem!
Você, que eu já tive nos meus braços
que reencontrei, sem nunca ter perdido
que vai morrendo aos poucos,
junto comigo...
nesse amor, que faz tanto sentido!

A lua pára, pra chorar de vez em quando
e é quando eu vou,
ainda mais, morrendo e amando
como algum dia, na primeira vez...

Não nos dissemos adeus...
jamais!
E no entanto, é doce esse meu pranto
tentando lembrar onde ficou
em que estrela se perdeu, morreu...
o nosso encanto.

Não importa...!

Ciducha Seefelder

Foto

Saudades, Roberto!

Hoje faz 10 anos que nos deixou!
Partiste rápido... nem tivemos tempo de nos despedir!
Havia tanta coisa ainda a dizer!!
Achei que não fosse sobreviver!
Não fosse nossos meninos... a dor talvez fosse maior!!
Deixastes um pedacinho de você em cada um deles!!
Saudades... sabes do que???
Saudades do nosso amor,
das alegrias,
tristezas...
e até de alguma dor!!
Saudades do meu tempo cozinheira...
Saudades do meu tempo doceira...
Saudades do meu tempo parideira...
Mas mais que tudo...
Saudades de você... meu amor!!!

Ciducha Seefelder

Foto

Perdoe-me...

Perdoe-me...
dessa busca sem querer
desse amor sem paixão
desse cansaço sem afeto...
Perdoe-me a passividade,
com que aceito sua inércia!

Por favor... perdoe-me.
Desse imenso vazio,
contido no exíguo
espaço do teu corpo,
e consequentemente...
no mundo.

Perdoe-me...
por favor, perdoe-me!
De tanto amargo
sempre e sempre
tão insistentemente repetido...

Desse rancor contido,
desse olhar perdido,
para sempre perdido...?

Por favor, perdoe-me...
Dessa vida que exilou a poesia,
sem noites de lua cheia
sem magia...
Sem ondas do mar a nos acariciar...
sem névoa, sem sorrisos, sem amar...

Será que vai me perdoar, amor?
Me perdoe...
perdoe...
perdoe...

Ciducha Seefelder

Foto

Eu quero!

Amar sem imposições... sem cobranças!
Simplesmente amar...
E não amar porque é preciso
Por dever...
Por gratidão...
Por perdão!
Não...
Eu quero amar
Nem que seja um amor inconsequente,
Nem que seja breve...
Até por um instante!!

Ciducha Seefelder

Foto

Esperança

Há tanto tempo te acalento!
Achava que um dia,
serias só meu...
E nada poderia,
partir nossa união,
nossos sonhos...
o meu coração,
como se parte agora.

Mesmo assim,
afronto o que penso e quero,
e espero...
infinitamente, se precisar,
pelos teus beijos,
pelo teu carinho,
pelo teu jeito de amar!

E a minha esperança,
não terá fim!

Ciducha Seefelder

Foto

Jardim Aéreo

Cultivo quimeras
que me sulcam,
rebuscam-me,
e depois me espalham,
nas colinas da minha imaginação...
onde você espera, incansável,
para colher as gotas de mim...

Também pudera...
É primavera!
E brotam flores no coração,
meu e seu,
e são tantas e de tantas cores,
que voam como as borboletas...

Depois pousam,
no jardim aéreo
da minha sala de estar,
com você...
Então somos felizes para sempre!

Ciducha Seefelder

Foto

Habitas em Mim!

Passeias franco
-fantasia e som-
o tempo mais terno... do meu dia.
Percorre solto
os discretos contornos do meu corpo
e tomas, manso e fera
comigo a cavalgada, na madrugada.
Juntos... plenos e indísiveis,
fogo e perfeição.
Somos...
em nossos momentos permanentes
e em estado semiconsciente
Juntos... vamos eternos
em constante vôo,
infinda emoção!

Ciducha Seefelder

Foto

Confissões de amor...!

Tu és o meu amor!
Que navega meu mar
purificado de lua,
tão certo como o vento
que vem e passa,
sedento de horizonte...

Tu és o meu amor,
que se enquadra no limite certo,
da minha ternura e bem querer...
Um encantado,
que haverá de colher
a flor primeira da madrugada
raio de luz a colorir meu dia!

Tu és o meu amor!
Um iluminado,
que banirá a sombra
do meu olhar ferido,
acalentará meu desamparo,
na saga do sonho bandido,
e serás sempre...
Sempre...
Sempre...
O meu Amor querido!

Ciducha Seefelder

RSS

Fale com os membros

Ola deixe apenas uma mensagem por dia pois por limitações só são guardadas as ultimas 100 mensagens.

Novidades

Nota importante: Para ver as mensagens, os amigos e aceder as configurações use o menu da barra de topo.
Pagina Principal Página Principal

 Abrir o perfil

 Ver os recados.

 Abrir caixa de mensagens

 Ver pedidos de amizade recebidos

Lista de Membros Ver lista de Membros

 Configurações

Use o Menu lateral para:
Escrever mensagens aos amigos, adicionar entrada de blog, usar o gerar cartões, enviar presentes e flores.

Menu de Funcionalidades

Membros
Fotos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

Presença no Facebook

Grupo do Global no Facebook

Pagina Curtam, a Pagina no Facebook

© 2019   Criado por Adul Rodri (Adm)   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço