Global Social

Para quem gosta realmente de amizade, de aprender e adquirir conhecimentos

Seja bem vindo(a).O Global Social faz dia 10 de Julho o seu 10º Aniversario. Obrigado pela Visita. Volte Sempre.

Visualizações: 86

Respostas a este tópico

Foto

Amei

Amei o sol por seus raios
Amei a lua por seu clarão
Amei o mar pela profundeza
Os rios por seus percursos
Amei o vento pelo frescor
Amei o céu pela imensidão

As cidades pelos neons
O sertão por suas matas
Os pássaros pelos seus cantos
As crianças por seus risos
Os idosos por suas experiências
Os líderes por suas perseveranças

Amei a sombra pela imagem
Amei os livros pelas histórias
As histórias por suas glorias
As escritas, a musica a dança
Amei a casa,a mãe o filho
O quintal,o jardim é a mangueira

Ah!!! Também te amei
Amei por tudo que me ofertou
A vida que me proporcionou
Os beijos dados, carícias trocadas
Os abraços, a segurança,
O aconchego de nosso lar

Amei, amei te amar e te trago
Em meu coração, em minha vida
Em minhas lembranças e recordações
Em minha memória em sua continuação

Adele Pereira

Foto

Pérola

Sou uma ostra, gosmenta.
Uns apreciam, outros não
Más com tristeza, e dores
Vou produzindo as pérolas

De brilho valor é beleza
Adornando seres sonhadores
Clássica para as senhora.
As debutantes presente sou

Beleza para os anéis,
Exuberância nas orelhas
singeleza nos pingentes
Únicas nas pulseiras

Nas coroas dou nobreza
Tenho cores, de sua amada
Branca como cabelos de plumas
Rosada como a cútis perolada

Há rude pescador inato
Tiraste-me das profundezas
Arrancou-me de meu habitar
Me extraio das entranhas

Trouxe-me à tona
Lançou-me ao mundo
Deu-me, a gloria e valor
Más de mim se dispôs

Hoje presa estou.
Em vitrine, de luxo
Ou em estojo fechado
Triste fim, volta a dor

Adele Pereira

Foto

Nós

Toque...
Leve...
Sutil...
Pele...
Boca...
Ávidas...
Olhar...
Sagaz...
Despir...
Lentamente...
Sentir...
Arrepios...
Espasmos...
Viril...
Seus...
Nuca...
Colo...
Prazer...
Além...
Beijo...
Prolongado...
Molhados...
Sonhados...
Esperados...
Apertos...
Linguás...
Infiltradas...
Estalos...
Sussurros...
Alcovas...
Relvas...
Coberta...
Brisas...
Teto...
Estrelas...
Musica...
Silencio...
Farfalhar...
Folhas...
Néctar...
Jorrando...
Derramando...
Meu...
Teu...
Nosso...
Única...
Noite...
Amor...

Adele Pereira

Foto

Faraó
Andas pelo deserto
De meu corpo
Nas pirâmides
Pomos gémeos
Rosados, irisados
Lago sereno
Chega ao oásis
Dos prazeres.

Idolatra-me
Curva-se
A ofertar
Mimos afagos
declarações
Ajoelha-se
Em sacrifício
Diante da deusa

Tens poder
De construir-me
Como: Gizé
Me governas
Como: akhenaton
Es poderoso
Igual a: Ramseés
Decretas
Suas vontades
Faz-se obedecer

Em nossa tenda
Em meio de tapetes
Almofadas Linhos
Bandejas de tâmaras
Licores uvas damascos
Nós saciamos, pois
Famintos estamos
De tanto amor

Não tem Faraó
Não tem rainha
Homem mulher
Nos rendendo
Aos desejos
Decretando
Mais vontades
As oferendas.
São Iguais, no altar
De nossos corpos
Deuses do amor
Eu: Bela, tu: Arfleoar.

Sarcófago
Iluminado de amor
Exalando Paixão
Em cerimonial
Nosso ritual
Lento, criativo,
Prazeroso, únicos
Nas tendas, palácios.
Pirâmide não importa

Assim nossa, historia
Ficara, nos pergaminhos
Papiros, na web
Sem fronteiras
Além do tempo, no além

Adele Pereira

Foto

Expresse

Se não expressar dor
Quem saberá, onde dói
Se só mostra o externo.
Ninguém verá o interno
Se apresenta fortaleza
Como saber de sua fragilidade
Se mostra o seu belo
Como ver suas cicatrizes.
Desnuda-se, dispa-se
Não se envergonhe.
Ai encontrara quem lhe cubra
Aplacando sua dor
Trazendo-lhe acalento, vigor.
Entendera que para ser
Compreendido
Tem que ser explanado
Textualizado, verbalizado.
Ofertado, entregue
Para alguém, o acolher
Tirar o que lhe dói
Curar suas cicatrizes
Acalmar suas tempestades
Mostre-se em sua fragilidade
Mostre o seu eu que só tu sabes
Confia, em quem se desnudou
A ti desvendou a alma.
E lhe oferta o que tem de melhor
O amor por ti

Adele Pereira

Foto

Sensibilidade

Amor
Sentir
Gostar
Entregar
Receber, doar
Mandar Fazer
Obedecer

Tocaste todo corpo
Sem por as mãos
Beijou cada centímetro
Sem encostar os lábios
Preencheu todas lagunas
Do corpo da alma da mente
É nelas permanece sua fragrância

Fecho os olhos,
Ouço o som
Único
Lindo, gutural
Sem igual
Melodia impar
Produzido por ti
Ate então
Jamais
Ouvido
Por mim

Vejo
Corpo arcado
No momento
Supremo
De soltar, lançar,
Uma flecha
Que depois
De jorra-la
Pausadamente
Volta normal
Junto de mim

Conheci a entrega
Despudorada ousada
Receber sem limites
Pedir as vontades
O ordenar o obedecer
Do prazer, sentir é fazer

É ao pronunciar
O nome...
Tão esperado,
Em dizer
Mantra sagrada,
Que juntou -se
Ao meu
Aos lábios teus
Não foi um sonho
Más magica
Noite de amor

Adele Pereira

RSS

Membros da Rede

Menu das Funcionalidades

Chat/Bate-Papo
Amigos
Recados e Mensagens
Fostos/Videos/Blog
Entretenimento/Ajuda

© 2019   Criado por Adul Rodri (Adm).   Produzido Por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

arrow